Chapéu-da-morte (Amanita phalloides)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

grrrrrr Chapéu-da-morte (Amanita phalloides)

Mensagem  Lemuel Silva em Qua 14 Dez 2011, 01:00

No mesmo dia que encontrei o Mata-moscas (Amanita muscaria) tive também a grande sorte (e provavelmente até foi uma sorte maior) de encontrar a Cicuta-verde ou Chapéu-da-morte (Amanita phalloides). Este sim, é um verdadeiro cogumelo venenoso, podendo um único carpóforo levar à morte de uma pessoa adulta. Isto por ingestão claro está.

Este cogumelo encontrava-se a uns dois metros do Amanita muscaria do tópico anterior, portanto o habitat é o mesmo. Encontrei 3 cogumelos destes. Um vivo, o da primeira fotografia, um já morto (foi uma sorte até, pude fotografar mais caracteristicas) e um ainda juvenil, mesmo ao lado do da primeira fotografia, a brotar da terra, como aliás podem ver na imagem.

Espero que gostem. Até breve Smile









Última edição por Lemuel Silva em Qua 14 Dez 2011, 10:57, editado 1 vez(es)
avatar
Lemuel Silva
micélio secundário
micélio secundário

Número de Mensagens : 99
Fungónimo : Mushroom lover
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/12/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

grrrrrr Re: Chapéu-da-morte (Amanita phalloides)

Mensagem  Pedro Claro em Qua 14 Dez 2011, 10:01

De facto, é Amanita phalloides, apesar de apenas se poder ver partes da volva saciforme que cobre a base do pé.

Só um pequeno reparo: na Micologia a utilização de nomes comuns é dispensável. Aliás, a maioria dos nomes são criados artificialmente. Será preferível cingires-te aos nomes científicos, normalmente inequívocos. Como biólogo não te será estranho o uso dessa nomenclatura. Smile

Pedro Claro
Basidiocarpo
Basidiocarpo

Número de Mensagens : 1398
Idade : 43
Reputação : 10
Data de inscrição : 10/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

grrrrrr Re: Chapéu-da-morte (Amanita phalloides)

Mensagem  Lemuel Silva em Qua 14 Dez 2011, 10:25

Tenho ainda uma fotografia da volva, outra caracteristica obrigatoria desta espécie. Mal possa publico juntamente com as outras Smile
avatar
Lemuel Silva
micélio secundário
micélio secundário

Número de Mensagens : 99
Fungónimo : Mushroom lover
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/12/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

grrrrrr amanita phalloides

Mensagem  catalâo em Seg 19 Dez 2011, 19:14

ola visitei as tuas fotos do amanita phalloides e acho que deveria haver mais divulgação em relação a este cogumelo especifico que em espanha é conhecido com o nome comum por "anjo da morte" ele provoca uma morte atroz e lenta para quem o por acidente ou desconhecimento o digerir, em Portugal é causador todos os anos de varias mortes e tragédia e especificamente por mais de 90% dos acidentes mortais com cogumelos em Portugal, é bastante comum e pode confundir-se facilmente com outros cogumelos, por esse motivo tenho planeado fazer um trabalho com fotografias en que se possa comparar este amanita e outros cogumelos suas semelhanças diferenças etc. A maior divulgação deste fungo acho que era importante para poder-se evitar tantos acidentes que acontecem no nosso pais. Ate breve :afraid:
avatar
catalâo
esporo
esporo

Número de Mensagens : 13
Fungónimo : vistasreais
Reputação : 0
Data de inscrição : 11/12/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

grrrrrr Re: Chapéu-da-morte (Amanita phalloides)

Mensagem  Lemuel Silva em Ter 20 Dez 2011, 17:02

Acho que sim, que era necessário haver uma maior divulgação de informação acerca de Amanita phalloides e dos cogumelos em geral. E não apenas para evitar confusões mortais com as suas colheitas. Mais mortal que a ingestão de um destes carpóforos ultra tóxicos é a perseguição que o ser humano move, inconscientemente, aos cogumelos, venenosos ou não. Por exemplo, é hábito comum para qualquer criança, mal vê um cogumelo, correr a "calcar", porque é "giro" e dá prazer. E isto acontece porquê? Porque os pais, nós, os adultos da nossa sociedade não conhecemos a importância ecológica dos macrofungos e simplesmente não educamos os nossos filhos a respeitar estes seres vivos. Infelizmente este é apenas um dos múltiplos factores que directa ou indirectamente levam ao desaparecimento deste rico e essencial património natural. Portanto sim, é preciso avançar na investigação cientifica, é preciso tirar-se fotografias, é preciso criarem-se fóruns, é preciso falar-se na escola, é preciso produzirem-se documentários sobre o tema, etc. Porque os macrofungos são vitais para o equilíbrio do mundo vivo e é necessário que todos compreendam isso. Todos nós conseguimos compreender a necessidade de se conservar, por exemplo, o lobo ou o lince ibérico, e porque não os cogumelos? Os serviços ecológicos que as espécies de macrofungos prestam em conjunto à natureza são certamente mais importantes e essenciais ao bem estar humano do que a existência do lobo ou do lince, já pensaram nisso? E contudo nós valorizamos muito mais estes primeiros. No equilibrio natural, todos tem o seu lugar e, acima de tudo, todos tem um papel a desempenhar. Mas como em tudo há papeis primários e papeis secundários. O papel desempenhado pelos macrofungos nesta "peça", neste "teatro" da vida é seguramente primordial.
avatar
Lemuel Silva
micélio secundário
micélio secundário

Número de Mensagens : 99
Fungónimo : Mushroom lover
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/12/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

grrrrrr Re: Chapéu-da-morte (Amanita phalloides)

Mensagem  catalâo em Qua 21 Dez 2011, 04:33

Estou 100% de acordo em todos os pontos que referiste ser bem que cada ser vivo tempo o seu papel mais ou menos importante nos já tão destruídos ecossistemas naturais se ainda se podere admitir que existem ecossistemas naturais?
Em relação aos amanitas phalloides reecaminharam-me para uma tópico já iniciado com esse tema em que estão salientados os principais cogumelos mais venenosos de Portugal, numa só palavra està magnífico.
Boas fotos e passeios até breve
avatar
catalâo
esporo
esporo

Número de Mensagens : 13
Fungónimo : vistasreais
Reputação : 0
Data de inscrição : 11/12/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

grrrrrr Re: Chapéu-da-morte (Amanita phalloides)

Mensagem  Lemuel Silva em Qua 21 Dez 2011, 10:22

Claro que ainda existem ecossistemas naturais, mau era, se assim não fosse nós já não estavamos aqui uma vez que são os nossos suportes de vida. O que não é fácil é encontrar um ecossistema natural a funcionar a 100 %. Isto porque a presença humana tem levado ao decréscimo e mesmo desaparecimento de muitas espécies. Iniciamos um processo de extinção em massa a nível global que já não ocorria há milhões de anos, o que tem diminuído ou mesmo eliminado em alguns casos serviços ecológicos importantes prestados pelos ecossistemas. O custo é altíssimo, tanto em termos económicos, uma vez que certos serviços ecológicos que a natureza gratuitamente nos fornece valem milhões, tanto ao nível das condições de vida e bem estar humano. Dependemos da natureza em tudo, uma vez que somos bons a transformar mas não a criar, isso foi e continua a ser um privilégio divino. O ser humano, portanto, precisa da natureza, aliás, de uma natureza em equilibrio para viver e isto consegue-se mantendo-se os níveis de biodiversidade elevados. E meus amigos, só há uma forma de fazer isto. Preservar-se os habitats naturais, de forma a propiciar, pelo menos, os serviços ecológicos essenciais. Deveríamos utilizar os nossos exércitos, não para se guerrearem entre si, mas para protegerem as reservas de água, as florestas, as espécies. São a nossa máscara de oxigénio no meio do espaço intergaláctico. Se não o fizermos os habitats irão continuar a degradar-se até à completa destruição dos ecossistemas vindo, depois disso, a expansão dos desertos. E onde há desertos não há seres humanos já repararam? Ou há muito poucos. Isto porque as condições de vida se tornam impraticáveis. Portanto, por este andar, caminhamos numa direcção onde a água, a terra arável e os locais aprazíveis para viver irão ser cada vez menos. E isto num mundo em que a população humana continua a crescer! Sabem onde é que isto nos vai levar? Sabem o que é que a destruição da natureza vai provocar? Racismo, guerras, fome, perseguição, doença, desespero e por fim a morte de incontáveis milhões de pessoas.

O mundo está a mudar. O clima global está a mudar. Fomos nós que provocamos esta crise. Há quem diga o contrário mas só está a atirar areia para os olhos. O mundo está à procura de um novo equilírio onde possa estabilizar, com as novas condições de vida por nós induzidas. E o planeta vai conseguir, o planeta vai continuar meus amigos, não duvidem disto. Porque se há coisa que o nosso planeta já provou, no passado, é que a vida encontra sempre um caminho e volta a diversificar-se gloriosamente, como tem acontecido até então. O problema é que não será nada parecido com o mundo que a nossa espécie conhece. E será que neste mundo a espécie humana terá lugar para viver? Até agora temos reinado neste mundo como espécie suprema, nós somos a espécie que se projecta no futuro, mais nenhuma tem esse poder. Mas será que somos mesmo? Ou será que, tal como as outras espécies, continuamos subjacentes às leis que ditam a extinção das espécies no mundo natural? Não sei, mas acredito que continuaremos aqui. Porém, com um sofrimento terrível e com milhões de vidas ceifadas ao longo dos próximos séculos. Pensem nisto e comecem por fazer alguma coisa pela preservação ambiental no vosso dia a dia.
avatar
Lemuel Silva
micélio secundário
micélio secundário

Número de Mensagens : 99
Fungónimo : Mushroom lover
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/12/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

grrrrrr Re: Chapéu-da-morte (Amanita phalloides)

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum