Parasola auricoma

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Parasola auricoma

Mensagem  Lebre em Sab 28 Abr 2012, 21:59

Esta foi encontrada na zona oeste no passado fim-de-semana. Tratando-se indubitavelmente de um coprinus (em sentido lato) recorri ao melhor instrumento que conheço para estes cogumelos, a chave disponível em Kees Uljé Coprinus site. Apesar de desactualizada quanto à taxonomia constitui um elemento muito útil; O anterior género Coprinus deu origem a quatro géneros: Coprinellus, Coprinopsis, Coprinus e Parasola.

Evolução na chave:

Determinação da Secção/Subsecção:

1. Píleo sem véu, liso ou com setas ou cerdas; Secção Pseudocoprinus
2. Estipe glabro; píleo glabro ou com pêlos castanhos dispersos, microscópicos e longos.
3. Estipe glabro; o píleo observado ao microscópico revela pêlos compridos dispersos (>200 µm); esporos com poro germinativo central;
Auricomi Sing. (só uma espécie: C. auricomus)
--> Parasola auricoma

Dimensões dos esporos no exemplar observado:

(11.3) 11.8 - 13.8 (14.2) x (6.5) 7.1 - 8.5 (9) µm
Q = (1.3) 1.5 - 1.8 (2) ; N = 45
Me = 12.8 x 7.8 µm ; Qe = 1.7

Fotografias











Última edição por Lebre em Qui 10 Maio 2012, 20:36, editado 1 vez(es) (Razão : corecção de gralha)

Lebre
Carpóforo
Carpóforo

Número de Mensagens : 1208
Reputação : 9
Data de inscrição : 04/01/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Parasola auricoma

Mensagem  Loco Gato em Dom 29 Abr 2012, 09:39

Também considero o sistema do Uljé ainda o mais seguro para chegar à espécie, e depois recorrer ao indexfungorum para actualizar a nomenclatura. Se bem que, formalmente, nem todas as espécies estejam confirmadas pelo DNA como pertencentes a este ou aquele dos quatro géneros, mas considerando o sistema de Uljé (que é o que imagino dar origem às sinonímias actualizadas) deve ser improvável haver surpresas. Só que, com cogumelos, nunca fiando... Rolling Eyes . Não é o caso deste, a sinonímia está comprovada por Redhead et al.

Por acaso estive há algumas semanas atrás a preparar uma chave para chegar directamente aos novos géneros coprinóides. Um dos caracteres fundamentais é a caracterização da cutícula. Espero hoje ter isso despachado e colocado no GUME.

Em relação às imagens de microscopia, fiquei com curiosidade pelas hifas que não se deixam corar pelo Vermelho de Congo. Seria interessante experimentar os azuis de toluidina e de anilina, e ainda o reagente de Melzer e a fucsina carbólica, para ver se se destacam também.

Loco Gato
Basidiocarpo
Basidiocarpo

Número de Mensagens : 363
Idade : 57
Reputação : 0
Data de inscrição : 20/12/2007

Ver perfil do usuário http://www.dbio.uevora.pt/ectoiberica/GUME/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sobre Coprinus s.l.

Mensagem  Antonio Ruiz em Dom 29 Abr 2012, 10:30

Olá amigos.

Olá Lebre.
Os comprimentos dos elementos identificados, sem dúvida, cutilcula P. auricoma.

Gêneros Coprinoides agora estão bem definidos, tem trabalhado arduamente a técnica molecular neste gênero. Em Copirnuss.l. fato é um dos primeiros a ser analisado em profundidade, e foi utilizado para consolidar e avançar aplicado a Micologia Molecular Biology. O que quero dizer é que os clados filogenéticos são bem pesquisada e muito bem definido também por vários autores. O problema que temos agora é, paradoxalmente, algumas seciones /táxons de Psathyrella do gênero em que as populações estão muito perto, eu mesmo misturado com Coprinopsis e Coprinellus, mas sempre mais em breve Coprinopsis.

O que quero dizer é que é improvável que novas mudanças e Coprinellus , Coprinopsis o Parasola. Em contraste, em Psathyrella certeza se vamos ver algumas mudanças agora. Na verdade, algumas espécies já passaram e Coprinopsis o Parasola, e este ano para recombinar um pouco mais.

Uma outra coisa diferente é a nomenclatura, em que há um conflito ainda por resolver. Se bem sucedida a Jorgeensen proposta para aplicar "[i] Nomen conservandum [/ i]" para aCoprinus atramentarius espécie tipo Coprinus, todas as espécies atualmente incluídas no Coprinopsis passaria novamente chamado Coprinus, eo Coprinus gênero presente denominado Anularius deve ser estabelecido, desde os tipos bem.

Em suma, como bem disse LOco gato, você pode encontrar de novo algum dia as mudanças de nomenclatura, apesar de só acontecer no gênero e que afetam apenas um Coprinopsis e Coprinus, que por sua vez, dão as seguintes alterações na nomenclatura famílias, conservando também a atual família Coprinaceae
Assim, o problema não é tão morfológica, filogenética também em .... o conflito é apenas de nomenclatura.

De qualquer forma eu acho que a proposta foi vencida Jorgenseen, e não porque está bem representada pelo contrário foi muito conveniente no seu dia ... mas porque há certos interesses por parte de alguns micologistas para fazer que não aconteça.

Assim eu recomendo usar a nomenclatura de Redhead et al. É certamente prevalecerá.

Saudações!









avatar
Antonio Ruiz
hifa
hifa

Número de Mensagens : 27
Fungónimo : Antonio Ruiz
Reputação : 0
Data de inscrição : 13/11/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Parasola auricoma

Mensagem  Lebre em Dom 29 Abr 2012, 10:37

Caro Loco Gato,
Uma chave em Português era muito conveniente, pois há alguns termos técnicos que são de difícil tradução e outros para os quais não conheço qual a melhor tradução para português.
Relativamente às hifas descoloridas, fiz algumas experiências que não registei e parece-me que serão difíceis de dstacar. Numa próxima oportunidade tentarei as que sugere.
Grato pela resposta,
Lebre

Lebre
Carpóforo
Carpóforo

Número de Mensagens : 1208
Reputação : 9
Data de inscrição : 04/01/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Parasola auricoma

Mensagem  Lebre em Dom 29 Abr 2012, 11:00

Obrigado, António, pelos teus esclarecimentos.
Se bem percebi, o que não garanto por haver problemas de tradução envolvidos, três dos géneros estão bem estabelecidos - Coprinellus, Coprinopsis e Parasola - havendo ainda a questão da inclusão do grupo de C. atramentarius no género Coprinus, para além de algumas espécies actualmente colocadas no género Psathyrella poderem eventualmente vir a ser colocadas num dos géneros de Coprinus s.l..
Um abraço,
Lebre

Lebre
Carpóforo
Carpóforo

Número de Mensagens : 1208
Reputação : 9
Data de inscrição : 04/01/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Parasola auricoma

Mensagem  Loco Gato em Dom 29 Abr 2012, 11:38

Caro Antonio,

Estimo muito o esforço para expressar-se em Português, mas creio que será mais prático usar o castelhano, pois os portugueses estão habituados a entendê-lo, pelo menos por escrito. Os tradutores automáticos tornam o texto confuso.

Loco Gato
Basidiocarpo
Basidiocarpo

Número de Mensagens : 363
Idade : 57
Reputação : 0
Data de inscrição : 20/12/2007

Ver perfil do usuário http://www.dbio.uevora.pt/ectoiberica/GUME/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Chave para os géneros coprinóides

Mensagem  Loco Gato em Seg 30 Abr 2012, 14:27

Coloquei no GUME um novo conjunto de Chaves (que andava a planear colocar há uns meses) para a distinção entre os géneros definidos por Redhead et al. em 2001: Coprinus, Coprinopsis, Coprinellus e Parasola. Chamo especial atenção para a importância da pileipellis para a separação dos géneros, de resto bastante variáveis noutros caracteres.

Irá ser completado por uma chave sinóptica que tentará incorporar a diagnose das secções tradicionais de Coprinus com este esquema.

Agradeço comentários e críticas, especialmente bem-vindas nesta fase que é provisória.

Loco Gato
Basidiocarpo
Basidiocarpo

Número de Mensagens : 363
Idade : 57
Reputação : 0
Data de inscrição : 20/12/2007

Ver perfil do usuário http://www.dbio.uevora.pt/ectoiberica/GUME/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Parasola auricoma

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum