Boletus impolitus (era:B. aestivalis?)

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Boletus impolitus (era:B. aestivalis?)

Mensagem  Lebre em Ter 08 Maio 2012, 22:10

Zamanita,
Eu percebo perfeitamente a explicação, mas ... Bem me parecia!
Um abraço,
Lebre

Lebre
Carpóforo
Carpóforo

Número de Mensagens : 1208
Reputação : 9
Data de inscrição : 04/01/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Boletus impolitus (era:B. aestivalis?)

Mensagem  Loco Gato em Qui 13 Set 2012, 16:28

Ainda sobre as chaves, lembrei-me hoje de ver o que o volume de Muñoz da série Fungi Europaei fornece para distinguir boletáceas, e acabei por transcrever. É bastante interessante o facto de tratar desde logo de separar Xerocomus dos restantes, e acho que o faz bastante bem. Antes de passar ao texto, quero ressalvar que não gostei muito das chaves originais e fiz umas adaptações que simplificam a leitura sem perda de informação relevante. Espero que seja mais útil que prejudicial, e se houver gralhas por favor avisem-me.

Naturalmente, a melhor chave depende do cogumelo que se está a examinar. Às vezes, estas que transcrevi poderão vir a ser as mais úteis, e a ideia é estarem disponíveis.

Delimitação dos géneros boletóides

Boletales
Boletineae
Boletaceae: Aureoboletus, Boletus, Buchwaldoboletus, Chalciporus, Leccinum, Phylloporus, Rubinoboletus, Tylopilus, Xerocomus (nota: Xerocomus não é tratado nesse livro pois na mesma série há um outro volume dedicado apenas a este género, novamente em s.l.)
Strobilomycetaceae: Strobilomyces, Porphyrellus
Sclerodermatineae
Gyroporaceae: Gyroporus
Paxillineae
Gyrodontaceae: Gyrodon
Suillineae
Suillaceae: Suillus, Boletinus

Chave de géneros de Boletaceae (espécies europeias)
in Muñoz, J. A., 2005. Boletus s.l. Edizione Candusso. pp. 52-53.

1. Trama do himenóforo filoporóide, superfície pileica tomentosa ou subtomentosa, seca ou quando muito um pouco víscida ou lubrificada em tempo húmido. Himenóforo adnato, subdecurrente ou decurrente (raro). Basidiósporos fusiformes lisos ou raiados ....... Xerocomus
1. Trama do himenóforo boletóide, superfície pileica lisa ou um pouco fibrilosa, em geral seca mas ligeiramente víscida em tempo húmido. Himenóforo de adnato (ou subdecurrente) a livre. Basidiósporos lisos, fusiformes ou elipsoidais, podendo ainda ser subcilíndricos, ovóides ou globosos ....... 2

2. Esporada rosa, tubos e poros primeiro brancos, depois rosados, estipe reticulado ....... Tylopilus
2. Esporada castanho púrpura, tubos e poros acinzentados, depois cinzento escuro ou cinzento acastanhado, estipe acinzentado ou cinzento acastanhado, piloso, tomentoso ....... Porphyrellus
2. Esporada sem tons róseos ou purpúreos ....... 3

3. Poros grandes e angulosos, espécies gráceis e pequenas ....... 4
    4. Poros vermelho canela, carmim, vermelho vináceo ou rosado, estipe seco, micélio basal tomentoso; contexto pode ser picante ou amargo, superfície pileica um pouco viscosa ou lubrificada em tempo húmido, lisa ou fibrilosa, cistídeos com cobertura ou incrustações resinosas ....... Chalciporus
    4. Poros amarelo vivo, amarelo crómio, estipe liso, delgado e viscoso; contexto imutável, sem ser amrgo ou picante, superfície pileica viscosa, brilhante, lisa, basidiósporos lisos e elípticos ....... Aureoboletus
3. Poros mais pequenos e redondos, tamanho médio ou grande ....... 5
    5. Lenhícola, não micorrízico; superfície pileica seca, baça, velosa, tubos curtos, himenóforo adnato a subdecurrente, estipe seco, liso e pruinoso, basidiósporos ovóides a elipsóides ....... Buchwaldoboletus
    5. Terrícola, em geral micorrízico, superfície pileica seca a ligeiramente gordurosa ou viscosa (em tempo húmido), glabra a fibrilosa ou tomentosa ....... 6
      6. Estipe bulboso, robusto, tornando-se claviforme, de superfície lisa, reticulada, furfurácea, floconosa, ponteada, seco; himenóforo adnato ou subdecurrente, livre com a maturação ....... Boletus
      6. Estipe tipicamente alongado e delgado, claviforme, fibroso, de superfície muito furfurácea, escabrosa ou escamosa; himenóforo de tubos muito altos, em geral livres; raramente associado a coníferas ....... Leccinum


Secções de Boletus
(idem, pp. 59-60)

1. Poros vermelho ou laranja, podendo ser amarelos em exemplares jovens; contexto pode tornar-se mais ou menos intensamente azul ao corte ....... Secção Luridi (B. erythropus, B. satanas, B. lupinus, B. luridus, B. dupainii, B. queletii, B. poikilochromus, B. torosus, B. comptus, B. permagnificus, etc.)
1. Poros brancos ou amarelos a esverdeado ....... 2

2. Poros esbranquiçados em fases imaturas, passando a amarelo; esverdeados só nos exemplares mais maduros; contexto esbranquiçado imutável, sabor suave ....... Secção Edulis (B. edulis, B. pinophilus, B. aereus, B. aestivalis)
2. Poros amarelos ou amarelo esvredeado desde o início, esverdeados nos exemplares maduros ....... 3

3. Poros largos na maturidade, porte "xerocomóide": estipe grácil e cilindráceo, não claviforme; esporocarpo mancha-se de azul escuro intenso por dentro e por fora ....... Secção Subpruinosi (B. pulvurulentus, B. flavosanguineus)
3. Poros finos, apertados, porte mais tipicamente "boletóide": estipe robusto; azulamento do esporocarpo pouco intenso ....... 4

4. Estipe não reticulado, superfície coberta de finas granulações ....... Secção Fragrantes (B. fragrans, B. spretus, B. adonis)
4. Estipe em geral reticulado ....... 5

5. Contexto de sabor suave, que ao corte pode ou não azular ....... Secção Appendiculati (B. regius, B. pseudoregius, B. appendiculatus, B. subappendiculatus, B. fechtneri)
5. Contexto de sabor amargo, que ao corte tinge sempre de azul ....... Secção Calopodes (B. calopus, B. radicans)

Loco Gato
Basidiocarpo
Basidiocarpo

Número de Mensagens : 363
Idade : 57
Reputação : 0
Data de inscrição : 20/12/2007

Ver perfil do usuário http://www.dbio.uevora.pt/ectoiberica/GUME/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum