Inocybe bongardii?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Inocybe bongardii?

Mensagem  Lebre em Qui 17 Maio 2012, 22:10

Observação realizada no Parque de Monsanto numa zona arbustiva dominada por sobreiros e carvalhos. O grupo de exemplares desenvolvia-se próximo da base de um Arbutus unedo.
Pertencendo, claro, a uma espécie de Inocybe faltava a parte mais complicada, que neste género normalmente é obra. No entanto, quer das observações no local quer da análise microscópica que se lhe seguiu, foi possível extrair um conjunto de características que permitiram chegar à espécie - Inocybe bongardii - que proponho para a sua classificação.

Breve descrição:
Chapéu de cónico a campanulado até ligeiramente convexo, ostentando um mamelão central; cutícula fibrosa nos jovens até escamosa nos mais maduros, sobretudo na parte central, de cor castanho claro com manchas avermelhadas no final, tendência revoluta nalguns exemplares;

Lâminas de cor de mel de inserção adnata, ligeiramente ascendente ao centro, e espaçamento moderado, com lamélulas, aresta grossa e mais clara (quase branca) que as lâminas e, nalguns exemplares, bifurcadas na zona exterior do himénio, alguns tons violáceos junto à margem nalguns exemplares;

Pé comprido (mais de duas vezes o diâmetro do chapéu), concolor com o chapéu, fibriloso, pruinoso junto ao ápice e com micélio branco na base, manchas avermelhadas na zona inferior; o corte revelou carne clara, que com o tempo foi passando a castanha e algumas manchas avermelhadas.

Refiro-me também ao cheiro, que desta vez foi surpreendente: frutado até levemente adocicado, não muito intenso qual fragrância.

Esporos lisos em forma de feijão com as seguintes dimensões:
(11.5) 11.8 - 14.3 (14.9) x (5.4) 5.5 - 6.6 (6.7) µm
Q = (1.8 ) 1.9 - 2.3 (2.5) ; N = 24
Me = 12.9 x 6 µm ; Qe = 2.1.

Basídios tetra-espóricos, clavados.

Queilocistídios extremamente abundantes de forma clavada a cilíndrica e arredondados no ápice, alguns com pigmentação incrustante. Pleurocistídios não observados. Caulocistídios de forma clavada a utriforme, dispostos em tufos.

Discussão:

De acordo com a chave de Roland Labbé para a determinação do sub-género de Inocybe, o conjunto de características:
- Ausência de pleurocistídios, esporos não amigdaliformes nem nodolosos;
- Chapéu radialmente fibriloso, escamoso ou rimoso, o comprimento do pé muito maior que o diâmetro do chapéu,
- Qeuilocistídios provenientes do himénio, simples, cilíndricos clavados a piriformes, densamente "empacotados" tornando a aresta lamelar branca na maturidade,
remete-nos para o sub-género Inosperma.
Na ausência de chave de progressão dentro do subgénero, procurei algumas das suas espécies e penso que Inocybe bongardii assenta bem a estes exemplares. Esta espécie tem três variedades identificadas: var. bongardii, var. cervicolor e var. pisciodora, a segunda caracterizada por ter cistídios mais bojudos e a terceira por ter cheiro a peixe, pelo que deve ser a variedade tipo a destes exemplares.
Indico alguns "links" onde se podem ver imagens de exemplares desta espécie, bem como alguns resultados da microscopia:
ambmuggia, [url=http://www.bioimages.org.uk/html/r150668.htm]

Fotografias:


Exemplar observado microscopicamente;


Alguns detalhes deste exemplar;


Outros exemplares;


Visão de conjunto.


Lebre
Carpóforo
Carpóforo

Número de Mensagens : 1208
Reputação : 9
Data de inscrição : 04/01/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inocybe bongardii?

Mensagem  Lebre em Qui 17 Maio 2012, 22:11

Microscopia:


Esporos e Lâmina;


Observação da aresta;


Observação da aresta (continuação);


Observação da cutícula;


Observação do estipe.

Lebre
Carpóforo
Carpóforo

Número de Mensagens : 1208
Reputação : 9
Data de inscrição : 04/01/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inocybe bongardii?

Mensagem  Zamanita em Sex 18 Maio 2012, 03:07

Parece-me mais uma boa identificação.
Encontro frequentemente (normalmente no final do outono/inverno) aqui no concelho de Soure e Serra do Sicó, sempre em terrenos calcários.
O cheiro é único e brutal!!
Tenho algumas dúvidas relativamente à(s) variedade(s) dos exemplares que tenho encontrado porque fico com a sensação que o odor se altera com o amadurecimento, ou seja, quando são novos cheiram a peras maduras (cheguei a este aroma depois de ter lido não sei onde, mas corroboro plenamente), muito agradável, depois o odor começa a intensificar-se acentuadamente até chegar perto do cheiro da praça do peixe de Olhão depois de um dia quente de verão...
Também se pode dar o caso de haver uma grande coincidência e ter encontrado sempre I. bongardii var. bongardii muito jovens e os I. bongardii var. pisciodora já muito maduros... vou estar atento a novas recolhas...

Já agora aproveito para mostrar um exemplar (ou dois?) desta espécie, muito curioso(s)...
Não sei se será uma malformação congénita, uma mutação ou uma simples aberração causada pela colagem de dois chapéus quando eram novos e, qual lei do mais forte, um arrancou o outro do solo e içou-o no ar demonstrando assim a sua força... scratch





Zamanita
Carpóforo
Carpóforo

Número de Mensagens : 746
Reputação : 6
Data de inscrição : 05/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inocybe bongardii?

Mensagem  Lebre em Sex 18 Maio 2012, 21:57

Zamanita escreveu:Parece-me mais uma boa identificação.
Encontro frequentemente (normalmente no final do outono/inverno) aqui no concelho de Soure e Serra do Sicó, sempre em terrenos calcários.
Também o que vi sobre esta espécie mencionava "Outono/Inverno", o que talvez signifique "agora". De facto, não percebo nada destas estações. Este ano e nesta altura já vi Cortinarius e Hygrophorus, só para mencionar alguns géneros, que nos anos anteriores não observei nesta alltura do ano.
Zamanita escreveu:
O cheiro é único e brutal!!
Tenho algumas dúvidas relativamente à(s) variedade(s) dos exemplares que tenho encontrado porque fico com a sensação que o odor se altera com o amadurecimento, ou seja, quando são novos cheiram a peras maduras (cheguei a este aroma depois de ter lido não sei onde, mas corroboro plenamente), muito agradável, depois o odor começa a intensificar-se acentuadamente até chegar perto do cheiro da praça do peixe de Olhão depois de um dia quente de verão...
Também se pode dar o caso de haver uma grande coincidência e ter encontrado sempre I. bongardii var. bongardii muito jovens e os I. bongardii var. pisciodora já muito maduros... vou estar atento a novas recolhas...
Tenho grande dificuldade em distinguir os cheiros dos cogumelos, mas neste caso senti-o. Não que fosse especialmente intenso, mas era diferente do habitual. Acerca das variedade da espécie em causa, não sei se a única distinção é o cheiro. É até mais provável que haja outras diferenças ao nível microscópico. Para averiguar só há uma alternativa, uma vez feita a observação dos jovens, tentar acompanhar a sua maturação.
Zamanita escreveu:
Já agora aproveito para mostrar um exemplar (ou dois?) desta espécie, muito curioso(s)...
Não sei se será uma malformação congénita, uma mutação ou uma simples aberração causada pela colagem de dois chapéus quando eram novos e, qual lei do mais forte, um arrancou o outro do solo e içou-o no ar demonstrando assim a sua força... scratch
Parece-me que a explicação da lei do mais forte é boa!

Os meus agradecimentos pelos comentários e tão depressa não vou a Olhão no Verão,
Um abraço,
Lebre

Lebre
Carpóforo
Carpóforo

Número de Mensagens : 1208
Reputação : 9
Data de inscrição : 04/01/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inocybe bongardii?

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum