Coprinellus disseminatus

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Coprinellus disseminatus

Mensagem  Lebre em Qui 24 Maio 2012, 22:30

Neste tópico trata-se de outro coprinóide que é frequente observarmos nas saídas de campo. Já o encontrei várias vezes no Parque de Monsanto, de onde provém o material desta observação, sempre desenvolvendo-se em torno ou em cima de tocos de árvores. No entanto, é a primeira vez que observei esta espécie por dentro.

A maioria das espécies do género Coprinellus, ao qual pertence, são mais ou menos, em parte ou no todo, deliquescentes. Esta é uma das excepções. Esta espécie – C. disseminatus -tem diversas outras particularidades que a tornam fácil de identificar, por exemplo, muito pequena dimensão (nos exemplares que observei inferior a 7mm de diâmetro para o chapéu), a cor e estriação do chapéu, a existência de sétulas/fibrilhas no chapéu e no pé, visíveis se não à vista desarmada pelo menos com recurso a uma lupa. Por isso, desta vez não vou explicitar o uso da chave que tenho vindo a usar para os coprinóides, acessível em “Kees Uljé Coprinus site”, mas usei a descrição aí dada para esta espécie para a identificação. Nessa, em particular, refere-se a existência de outras espécie semelhantes, uma do género Psathyrela (P. pygmaea) e outra do mesmo género (C. hiascens) cuja morfologia é muito semelhante. Essa é outra razão para o uso da microscopia.

Breve descrição:

Chapéu campanulado com um disco central aplanado; cutícula estriada/canelada, de cor esbranquiçada a acinzentada muita clara com excepção do disco central, que é ligeiramente mais escuro nalguns exemplares;

Lâminas cor muito escura com uns tons violáceos (pelo menos ao secar), de inserção adnata e moderadamente apertadas;

Pé branco revestido de fribrilas também brancas, geralmente encurvado por forma a manter o chapéu na horizontal;

Esporos pequenos, castanhos, mas não muito escuros, de forma ovóide e muito deles apresentando um dos extremos aplanado e outro cónico, para os quais obtive as seguintes dimensões:
(6.9) 7 - 8.4 (8.7) x (4.1) 4.3 - 5.3 (5.9) µm,
Q = (1.4) 1.5 - 1.8 (1.9) ; N = 30,
Me = 7.7 x 4.8 µm ; Qe = 1.6.

Basídios (presumo que) tetra-espóricos, pequenos (obtive para um deles 17 x 7.5 µm); Cistídios não observados na lâmina; Pileocistídios muito grandes (~190 µm para um deles), lageniformes; Caulocistídios não observados ;
Pileopelis formada com grande abundância de esferocistos (37 µm para um dos maiores); Estiptipelis formada por hifas moderadamente finas.

Fotografias:






Observação da lâmina;


Observação da cutícula;


Observação do estipe.

Lebre
Carpóforo
Carpóforo

Número de Mensagens : 1208
Reputação : 9
Data de inscrição : 04/01/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum