Gyroporus castaneus

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Gyroporus castaneus

Mensagem  Zamanita em Qui 31 Maio 2012, 14:20

Gyroporus castaneus

HABITAT: pinheiros e outras plantas típicas da macaronésia, (algumas com porte arbóreo), como faia-da-terra, pau branco e incenso. Solo vulcânico. (Julho 2009 – Faial, Açores)

CHAPÉU: 8 cm de diâmetro. Hemisférico-convexo. Cutícula seca, muito ligeiramente tomentosa, castanha, não separável.

HIMÉNIO: Tubos brancos, imutáveis. Os poros são concolores, com pequenas manchas ocres.

PÉ: até 7 x 2,5 cm., mais largo na base, cavernoso, castanho mais escuro que no chapéu. Superfície exterior dura, brilhante

CARNE: branca, com manchas mais escuras nas cavernas do pé, imutável, superfície externa dura, tipo cortiça e carne mais esponjosa no interior.

CHEIRO: muito ligeiro, fúngico
SABOR: adocicado

Nota: nesta recolha, apenas um exemplar encontrado, 100 metros de altitude, perto do mar.
Outras regiões onde encontrei esta espécie: Alentejo e Beira litoral


As fotos estão desfocadas mas são suficientes para identificar a espécie.



Cutícula ligeiramente tomentosa


Poros brancos e pé com maior diâmetro na base


Pé castanho e brilhante


Corte longitudinal onde é visível o pé cavernoso, característico do género Gyroporus


Manchas mais escuras nas zonas cavernosas

Zamanita

Zamanita
Carpóforo
Carpóforo

Número de Mensagens : 746
Reputação : 6
Data de inscrição : 05/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Gyroporus castaneus

Mensagem  Lebre em Qui 31 Maio 2012, 20:58

Olá Zamanita,
Fotografias desfocadas acontece aos melhores, pelos vistos.
Esta é a única espécie de Gyroporus que encontrei até agora, num total de cinco vezes, sempre em bosque misto de pinheiros, carvalhos e sobreiros. Bem me lembro da surpresa que para mim constituiu na primeira vez, mais do qualquer outra característica, o pé destes cogumelos. Há, no entanto, uma dessas observações que me deixou alguma dúvida e é dessa que gostaria de ouvir a tua opinião. Eram dois exemplares, um jovem e o outro maduro. Este último tinha um chapéu com tons acastanhados ao centro e parte da coroa, mas o restante era amarelo vivo. Anexo um quadro de fotografias. O restante (na fotografia desfocada da parte de baixo) era o que se pode esperar de um exemplar desta espécie. Já observaste algo semelhante?
Um abraço,
Lebre


Lebre
Carpóforo
Carpóforo

Número de Mensagens : 1208
Reputação : 9
Data de inscrição : 04/01/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum