"Iniciativas" com sede em Trás-os-Montes

Ir em baixo

"Iniciativas" com sede em Trás-os-Montes

Mensagem  Loco Gato em Sex 02 Jan 2009, 00:11

Um tópico recente sobre identificação traz também à baila várias questões sobre a "divulgação" e a "regulamentação" em Portugal. Acho que andam a fazer-se muitas asneiras por aí. O post original é no seguinte link, mas suponho que vale a pena transcrever a minha resposta por inteiro:

Excelente tópico, este. Ilustra muito bem o mal que pode derivar de se tratar o assunto cogumelos com ligeireza. O blog em questão (LINK) refere-se a uma iniciativa que se vem repetindo na região de Macedo de Cavaleiros, organizada pela Associação Aldeia (LINK), e que conta sempre com a orientação dum formador de nome Porfírio Eduardo Macedo Teixeira Lima (LINK).

Também há uma referência à venda de cogumelos silvestres e promoção do seu consumo em restaurantes na cidade do Porto, uma iniciativa de "promoção de produtos endógenos" da associação Aguiar Floresta, de Vila Pouca de Aguiar (LINK). É a maneira mais errada, em minha opinião, de promover a micofilia. Sem o contacto com a natureza, não se desenvolve o respeito pelo recurso natural. É essa a raiz do tráfico que vai para o estrangeiro, e ao querer canalizar para o consumo nacional esta associação não faz mais que intensificar o problema da apanha depredatória, com novo mercado de procura. Precisa-se doutro tipo de atitudes, mas o mal vem da maneira como os nossos engenheiros florestais são educados, pouco há a fazer nesse campo (a não ser que eles sejam substituídos por gente com consciência ecológica).

Outra coisa interessante é ver-se a Associação «A Pantorra», presidida pelo nosso prezado amigo Francisco Xavier-Martins, a reinvidicar a iniciativa sobre a regulamentação da apanha de cogumelos, isto a propósito da implementação de regras e dum regime de coimas (como parte do correspondente Plano de Ordenamento) no Parque Natural de Montesinho (o título do post é "Apanha em Montesinho passa a ter regras"), a qual criticam por antecipar-se à legislação que nunca mais vem (LINK). É salutar que trabalhem no sentido dessa regulamentação, menos bonito é que passem uma esponja sobre os esforços de anos que outros têm feito, inclusivamente por parte do próprio ICN, que aliás é a entidade gestora dos parques.

Neste país não há meio das pessoas unirem esforços, muitas vezes (como parece ser, neste caso) por mera vaidade de ter o mérito por conta própria. Pensar pequeno é assim mesmo.

Quanto ao post inicial, há vários erros que resultam de não se saber nada sobre o material. Papaguear é fácil, mas tapar a careca é mais difícil. Todo o texto mostra uma superficialidade de conhecimentos, e é claro a legendagem dá azo a confusões caricatas: ao lado da Amanita rubescens está a foto dum cacho de Armilaria mellea, sem legenda; "Lepiota Procera" é uma designação obsoleta (há muito!); ao lado do "Boletus" (estranha-se não dizerem que é B. edulis, como parece ser) vêem-se Amanita caesarea e Leccinum aurantiacus, ambas não identificadas (será que a Maria de Portugal "acha" que são a mesma coisa?); na série seguinte, há um Poholibilis mutabilis, mas o nome do género é desconhecido da micologia; a identificação de Amanita muscaria com uma foto de Sarcodon imbricatus revela talvez alguma pressa, e é de facto incorrecto dizer-se que A. muscaria é venenoso, o termo correcto é tóxico; e o Lactarius torminosus não é mais tóxico que Amanita rubescens, é tudo uma questão de não ser consumido cru, como aliás se vê nas regiões boreais onde, após cozedura, é usado como tempero picante.

Em suma, a Associação Aldeia, que pretende promover a comunhão com a natureza, ou não sabe o que faz, ou apenas quer ganhar dinheiro à conta da curiosidade das pessoas, sem promover nelas o necessário respeito pelos cogumelos.

Enfim, aquilo que sempre ouvi falar, como praga perniciosa -- os "curiosos" -- não vai ser fácil de erradicar. Mas pode fazer-se alguma coisa por desautorizá-la. É importante haver a consciência da irresponsabilidade de quem fala do que não sabe, e mais ainda porque este assunto é duplamente delicado: nos riscos dum consumo inconsciente, e na importância de inverter a atitude social em relação aos cogumelos, através dum conhecimento partilhado, não-mercantil, e orientado pela responsabilidade no tratamento dos cogumelos incluindo, numa perspectiva muito mais vasta e muito importante também, da gestão dos recursos naturais.

Loco Gato
Basidiocarpo
Basidiocarpo

Número de Mensagens : 363
Idade : 58
Reputação : 0
Data de inscrição : 20/12/2007

Ver perfil do usuário http://www.dbio.uevora.pt/ectoiberica/GUME/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Iniciativas" com sede em Trás-os-Montes

Mensagem  Pedro Claro em Sex 02 Jan 2009, 23:37

Excelente análise (como de costume). E umas 'facadas' muito bem dadas...

Pedro Claro
Basidiocarpo
Basidiocarpo

Número de Mensagens : 1398
Idade : 44
Reputação : 10
Data de inscrição : 10/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Iniciativas" com sede em Trás-os-Montes

Mensagem  Broteroi em Seg 12 Jan 2009, 16:57

Pelo trabalho q conheço da aldeia...será de louva...o azar terá sido na escolha e favorecimento de um "oportunista preguiçoso"...
O ideal será alertar a própria associação e direccioná-la para o caminho certo a percorrer no mundo da micologia, nomeadamente em trás os montes...

Sugiro q esta discussão seja enviada por mail à associação em causa ou ao seu director...

Creio q o nosso caro colega e amigo Rui Cardoso terá contacto com esta associação e possívelmente conheça os meandros do q aki se trata...

Carlos

Broteroi
micélio secundário
micélio secundário

Número de Mensagens : 84
Idade : 37
Reputação : 0
Data de inscrição : 22/01/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

"Iniciativas" com sede em Trás-os-Montes

Mensagem  Brandão em Seg 19 Jan 2009, 09:58

Bom dia,

após termos tomado conhecimento de alguns comentários neste blogue, vimos por este modo disponibilizar a ALDEIA para esclarecer todas as dúvidas relacionadas com as várias edições dos Cursos de Introdução à Identificação e Conservação de Cogumelos Silvestres (correio electrónico: aldeiamail@gmail.com) que têm sido organizadas no Nordeste Transmontano. Parece haver algumas confusões e falta de informação.

Um abraço a todos,
Ricardo Brandão
Presidente da Direcção da ALDEIA

Brandão

Número de Mensagens : 3
Reputação : 0
Data de inscrição : 19/01/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Iniciativas" com sede em Trás-os-Montes

Mensagem  Cardoso em Qui 22 Jan 2009, 01:41

Viva, Wink

Na minha modesta opinião, penso que as pessoas devem argumentar sobre qualquer assunto quando possuem conhecimentos suficientes para o fazer. Os assuntos pessoais devem ser resolvidos fora deste fòrum, sendo aqui o local indicado para se debaterem diversos temas associados á micologia. Assim sendo, devemos ter cuidado com o que aqui escrevemos neste fòrum, pois podemos estar a induzir os participantes em erro..... Aquilo que chamam de "excelente análise", a mim parece-me mais um texto com algumas confusões e alguma mistura de temas e diferentes entidades. Por outro lado, as ditas "facadas" devem ser dirigidas a quem se referem, visto serem emitidas opiniões que poderão influenciar de forma positiva ou não os participantes deste fórum.
Podemos interpetar as coisas de outra forma:

Citando, "Excelente tópico, este. Ilustra muito bem o mal que pode derivar de se tratar o assunto cogumelos com ligeireza. O blog em questão (LINK) refere-se a uma iniciativa que se vem repetindo na região de Macedo de Cavaleiros, organizada pela Associação Aldeia (LINK), e que conta sempre com a orientação dum formador de nome Porfírio Eduardo Macedo Teixeira Lima (LINK)", posso dizer que estão misturadas três coisas distintas: o site da ALDEIA onde não vejo nenhum problema; a página da paisagem protegida do da albufeira do Azibo onde se divulga o mesmo que no site da ALDEIA e por fim o blog do Fòrum de trás os Montes e Alto Douro que tem informação incorrecta sobre as acções divulgadas e sobre assuntos relacionadas com a micologia (fotos e legendas por ex.).

Em relação á seguinte citação, "Também há uma referência à venda de cogumelos silvestres e promoção do seu consumo em restaurantes na cidade do Porto, uma iniciativa de "promoção de produtos endógenos" da associação Aguiar Floresta, de Vila Pouca de Aguiar (LINK). É a maneira mais errada, em minha opinião, de promover a micofilia. Sem o contacto com a natureza, não se desenvolve o respeito pelo recurso natural. É essa a raiz do tráfico que vai para o estrangeiro, e ao querer canalizar para o consumo nacional esta associação não faz mais que intensificar o problema da apanha depredatória, com novo mercado de procura. Precisa-se doutro tipo de atitudes, mas o mal vem da maneira como os nossos engenheiros florestais são educados, pouco há a fazer nesse campo (a não ser que eles sejam substituídos por gente com consciência ecológica)",não me pronuncio acerca deste assunto visto que não conheço bem a associação Aguiar Floresta, apesar de concordar claramente com o que é dito pelo autor e que se torna bastante dífícil promover a micofilia sem existir contacto directo com a natureza. Os engenheiros florestais tal como os médicos, há para todos os gostos....uns melhores e outros piores....talvez seja mesmo a falta de sensibilidade para os temas ecológicos pertinentes.

Relativamente á associação Pantorra Question gostava de referir que nunca consegui contactar directamente com tal entidade, apesar de conhecer vagamente dois dos sócios fundadores, tendo chegar a pensar que esta não existia.... Para além de saber que essa dita regulamentação não é só iniciativa deles, até me surpreendeu e o autor da citação "Neste país não há meio das pessoas unirem esforços, muitas vezes (como parece ser, neste caso) por mera vaidade de ter o mérito por conta própria. Pensar pequeno é assim mesmo.", tem toda a razão na falta de esforço que existe neste país em unir forças em prol de uma legislação tão pretendida por alguns e não desejada por outros.... já agora, o ICN na minha óptica podia fazer muito mais do que aquilo que tem feito... mas quem sou eu para o dizer...

Seguidamente,"Quanto ao post inicial, há vários erros que resultam de não se saber nada sobre o material. Papaguear é fácil, mas tapar a careca é mais difícil. Todo o texto mostra uma superficialidade de conhecimentos, e é claro a legendagem dá azo a confusões caricatas: ao lado da Amanita rubescens está a foto dum cacho de Armilaria mellea, sem legenda; "Lepiota Procera" é uma designação obsoleta (há muito!); ao lado do "Boletus" (estranha-se não dizerem que é B. edulis, como parece ser) vêem-se Amanita caesarea e Leccinum aurantiacus, ambas não identificadas (será que a Maria de Portugal "acha" que são a mesma coisa?); na série seguinte, há um Poholibilis mutabilis, mas o nome do género é desconhecido da micologia; a identificação de Amanita muscaria com uma foto de Sarcodon imbricatus revela talvez alguma pressa, e é de facto incorrecto dizer-se que A. muscaria é venenoso, o termo correcto é tóxico; e o Lactarius torminosus não é mais tóxico que Amanita rubescens, é tudo uma questão de não ser consumido cru, como aliás se vê nas regiões boreais onde, após cozedura, é usado como tempero picante.", acho que mediante a análise feita por uma pessoa com mais credibilidade na identificação e taxonomia que eu, não tenho nada a dizer sobre este assunto. Idea

Citando, "Em suma, a Associação Aldeia, que pretende promover a comunhão com a natureza, ou não sabe o que faz, ou apenas quer ganhar dinheiro à conta da curiosidade das pessoas, sem promover nelas o necessário respeito pelos cogumelos.", acho que aqui se estabelecem opiniões sem conhecimento de causa em relação a uma entidade sem fins lucrativos, através de exertos de textos, blogues ou outros que provém de origens distintas, ou seja, não sendo originários da mesma fonte. confused Confusão terrível e talvez um pouco de falta de tacto para abordar um pessoa singular ou colectiva....

Para finalizar, sou amigo e conhecido de muitos dos intervenientes deste fórum da qual tenho uma excelente opinião, tal como sou amigo e conhecido de quase todos os intervenientes da AlDEIA de onde também tenho excelentes referências. Desta forma, pretendo continuar a ter as melhores relações com todos e apenas quero alertar para o bom senso e para a ponderação das palavras escritas neste fórum, em prol da famosa união para mover mundos e fundos, considerando desde já o óptimo trabalho realizado pelos administradores, moderadores, participantes e colaboradores. Parabéns.

Com os melhores cumprimentos,

Rui Cardoso Ramos Very Happy

Cardoso
hifa
hifa

Número de Mensagens : 19
Reputação : 0
Data de inscrição : 18/11/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Iniciativas" com sede em Trás-os-Montes

Mensagem  Zamanita em Qui 22 Jan 2009, 02:42

Viva Sr. Cardoso
Antes de mais muito bem vindo ao Fórum! cheers
Vamos lá lembrar de levar a máquina fotográfica para o campo e postar aqui umas coisas interessantes, que sei que vais encontrando por aí... Wink

Quanto ao assunto do tópico concordo com muito do que dizes, tendo já tido oportunidade de o referir a alguns companheiros.
Aproveito também para dar as boas vindas ao Ricardo Brandão e um bem haja por se ter disponibilizado para esclarecer eventuais dúvidas que possam surgir sobre as actividades da associação.

Decerto que tudo se esclarecerá, de uma forma frontal e crítica, sem considerações pessoais ou institucionais infundamentadas.

Fiquem bem

Zamanita
Carpóforo
Carpóforo

Número de Mensagens : 746
Reputação : 6
Data de inscrição : 05/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Iniciativas" com sede em Trás-os-Montes

Mensagem  Broteroi em Qui 22 Jan 2009, 10:11

Concordo inteiramente com o cardoso e zamanita...

Excesso de zelo e protecçao da micologia...É natural...é a nossa paixão...

Gostaria de (poder) pedir desculpa à ALDEIA por todos os representantes da comunidade micófila aqui representada...

Cumprimentos

Carlos Vila-Viçosa

Broteroi
micélio secundário
micélio secundário

Número de Mensagens : 84
Idade : 37
Reputação : 0
Data de inscrição : 22/01/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Iniciativas" com sede em Trás-os-Montes

Mensagem  Pedro Claro em Qui 22 Jan 2009, 10:30

Não conheço todos os 'meandros' da questão e, principalmente, as coisas que não são públicas, mas o que sei é que o Loco Gato é das pessoas mais empenhadas e mais conhecedoras do tema em Portugal. Não me parece, até pela posição que ocupa, que venha aqui fazer "considerações pessoais ou institucionais infundamentadas". O que referiu - e isso é óbvio - foi:

i) que os cogumelos em Portugal estão a ser muito mal tratados;
ii) que há uma série de actividades desenvolvidas por associações de diversos tipos cujo único propósito é o vil metal (e o Loco Gato nem referiu o caso mais paradigmático) - e que não é, necessariamente o caso das associações aqui referidas (eu, pelo menos, não leio nenhuma associação nas afirmações do Loco Gato);
iii) que há erros grotescos (e perigosos) no blog que é referido e que envolve, directa ou indirectamente e quer se queira quer não, uma das referidas associações (e ao que parece, ninguém dessa referida associação procurou corrigir esses erros, embora tenham sido céleres na resposta aqui no fórum).

Também me parecem precipitadas as conclusões que estão a ser retiradas desta discussão, principalmente porque ainda não foi dada a oportunidade ao Loco Gato de esclarecer o seu ponto de vista ou fundamentar as suas afirmações...

Pedro Claro
Basidiocarpo
Basidiocarpo

Número de Mensagens : 1398
Idade : 44
Reputação : 10
Data de inscrição : 10/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Iniciativas" com sede em Trás-os-Montes

Mensagem  Brandão em Sex 23 Jan 2009, 10:20

Bom dia a todos,

em primeiro lugar, obrigado pelos contributos que pretenderam esclarecer as dúvidas levantadas.

quanto a esta frase do Pedro Claro

iii) que há erros grotescos (e perigosos) no blog que é referido e que envolve, directa ou indirectamente e quer se queira quer não, uma das referidas associações (e ao que parece, ninguém dessa referida associação procurou corrigir esses erros, embora tenham sido céleres na resposta aqui no fórum).

é que parece que ainda poderá haver alguma confusão. Diga-me por favor, onde é que viu informação no website da ALDEIA (www.aldeia.org) que tenha que ser corrigida, pois teremos todo o interesse em fazê-lo rapidamente. Se viu informação errada noutros websites ou blogs, terá que contactar os respectivos responsáveis, por favor.

Um abraço a todos,
Ricardo Brandão

Brandão

Número de Mensagens : 3
Reputação : 0
Data de inscrição : 19/01/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Iniciativas" com sede em Trás-os-Montes

Mensagem  Pedro Claro em Sex 23 Jan 2009, 14:32

Brandão escreveu:
iii) que há erros grotescos (e perigosos) no blog que é referido e que envolve, directa ou indirectamente e quer se queira quer não, uma das referidas associações (e ao que parece, ninguém dessa referida associação procurou corrigir esses erros, embora tenham sido céleres na resposta aqui no fórum).

é que parece que ainda poderá haver alguma confusão. Diga-me por favor, onde é que viu informação no website da ALDEIA (www.aldeia.org) que tenha que ser corrigida, pois teremos todo o interesse em fazê-lo rapidamente. Se viu informação errada noutros websites ou blogs, terá que contactar os respectivos responsáveis, por favor.

Não há confusão nenhuma. O que refiro é claro: no blog que é apontado pelo manel (o link para a discussão é este: clicar), uma pessoa com o pseudónimo de Maria de Portugal, que eu admito não tenha nada a ver com a Aldeia, coloca um post com "erros grotescos" e, no seguimento desse post, coloca diversa outra informação, incluindo referência a cursos levados a cabo pela Aldeia. Pode não haver nenhuma relação entre a referida Maria de Portugal e a Aldeia, mas, independentemente disso, parece-me não ser do interesse dessa associação ver o seu nome ligado a um tópico com tantos erros. Nunca referi que é o site da Aldeia que tem informação incorrecta (portanto, parece-me que a confusão aqui não é minha). E volto à questão central: se o Brandão se deu ao trabalho de registar neste fórum para contestar algumas afirmações aqui produzidas, não teria também interesse em corrigir o tópico da Maria de Portugal, principalmente quando há referências à Aldeia - o que, na minha opinião, não é 'boa propaganda'? Eu, pelo menos, não gostaria de ver informação errada associada ao fórum Cogumelos de Portugal e certamente dar-me-ia ao trabalho de registar num fórum só para clarificar as coisas.

Independentemente de tudo isto, seria do interesse de todos - e é esse um dos objectivos deste fórum - trocar informações e experiências. Espero que a inscrição neste fórum não seja só para salvaguardar e defender o nome da sua associação.

Pedro Claro
Basidiocarpo
Basidiocarpo

Número de Mensagens : 1398
Idade : 44
Reputação : 10
Data de inscrição : 10/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Iniciativas" com sede em Trás-os-Montes

Mensagem  Brandão em Sex 23 Jan 2009, 15:13

Boa tarde Pedro, permita-me esclarecê-lo:

- Sim, a minha entrada neste fórum foi "para salvaguardar e defender o nome da associação". Apesar de ter sido essa a razão que me trouxe a este fórum, tenciono aqui permanecer para poder aprender mais sobre cogumelos silvestres.

- Sim, "dei-me ao trabalho de registar neste fórum para contestar algumas afirmações aqui produzidas", tendo-me disponibilizado para explicar o que seja necessário em relação às actividades relacionadas com cogumelos que a ALDEIA faz e fará. No entanto, não será esforço nenhum, antes pelo contrário, e manter-me-ei aqui no forum com todo o gosto.

- Não sabemos quem é a "Maria de Portugal". Até há poucos dias, quando cheguei a este forúm não tinhamos conhecimento da mensagem e das imagens que deram origem a esta discussão, e que aparentemente foram disponibilizadas online a "Seg Jul 07, 2008".

- As tais mensagens que o Pedro Claro acha que relacionam o Forum de Trás-os-Montes e Alto Douro com a ALDEIA são simples referências aos cursos da ALDEIA cujas fontes aparentemente são o Semanário Transmontano ("João Branco, Semanário Transmontano, 2008-10-24") e o Jornal do Nordeste ("Jornal Nordeste, 2008-11-05"). Como seguramente compreenderá, a ALDEIA não poderá ter possibilidade de ir averiguar a veracidade e o rigor de todas as mensagens que estejam em blogues onde pontualmente apareçam notícias relacionadas com o trabalho da associação.

Espero ter contribuido para terminar com a discussão.

Um abraço a todos e bom trabalho,

Ricardo Brandão

Brandão

Número de Mensagens : 3
Reputação : 0
Data de inscrição : 19/01/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Iniciativas" com sede em Trás-os-Montes

Mensagem  Pedro Claro em Sex 23 Jan 2009, 16:18

Brandão escreveu:Boa tarde Pedro, permita-me esclarecê-lo:

- Sim, a minha entrada neste fórum foi "para salvaguardar e defender o nome da associação". Apesar de ter sido essa a razão que me trouxe a este fórum, tenciono aqui permanecer para poder aprender mais sobre cogumelos silvestres.

- Sim, "dei-me ao trabalho de registar neste fórum para contestar algumas afirmações aqui produzidas", tendo-me disponibilizado para explicar o que seja necessário em relação às actividades relacionadas com cogumelos que a ALDEIA faz e fará. No entanto, não será esforço nenhum, antes pelo contrário, e manter-me-ei aqui no forum com todo o gosto.

- Não sabemos quem é a "Maria de Portugal". Até há poucos dias, quando cheguei a este forúm não tinhamos conhecimento da mensagem e das imagens que deram origem a esta discussão, e que aparentemente foram disponibilizadas online a "Seg Jul 07, 2008".

- As tais mensagens que o Pedro Claro acha que relacionam o Forum de Trás-os-Montes e Alto Douro com a ALDEIA são simples referências aos cursos da ALDEIA cujas fontes aparentemente são o Semanário Transmontano ("João Branco, Semanário Transmontano, 2008-10-24") e o Jornal do Nordeste ("Jornal Nordeste, 2008-11-05"). Como seguramente compreenderá, a ALDEIA não poderá ter possibilidade de ir averiguar a veracidade e o rigor de todas as mensagens que estejam em blogues onde pontualmente apareçam notícias relacionadas com o trabalho da associação.

Espero ter contribuido para terminar com a discussão.

Um abraço a todos e bom trabalho,

Ricardo Brandão

Caro Ricardo, agradeço a contribuição para o esclarecimento de quaisquer dúvidas que possam existir em relação à ALDEIA e às suas actividades.

Compreendo que não é da responsabilidade da ALDEIA a verificação de todas as mensagens e que não é possível ter conhecimento de tudo o que é publicado, principalmente na Internet. Apenas alertei para o facto de o nome da ALDEIA poder vir a ser associado aos 'curiosos' de que fala o Loco Gato, e que, sem dúvida, é o caso da Maria de Portugal. Creio que seria do interesse da ALDEIA uma resposta ao dito tópico.

Admito o meu excesso de zelo em relação a esta questão e lamento, sinceramente, se as minhas questões causaram algum prejuízo. Não tenho qualquer problema em pedir desculpa ao Ricardo e à ALDEIA se as minhas considerações foram consideradas de alguma forma desapropriadas.

Quanto à sua participação no Fórum, espero, muito sinceramente, que seja para continuar, dando o máximo contributo para aquilo que é a principal preocupação do Cogumelos de Portugal: desenvolver o conhecimento da Micologia no nosso país.

Pedro Claro
Basidiocarpo
Basidiocarpo

Número de Mensagens : 1398
Idade : 44
Reputação : 10
Data de inscrição : 10/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Esclarecimentos feitos

Mensagem  Loco Gato em Sab 24 Jan 2009, 14:27

Venho dizer que fui contactado directamente pelo Brandão há alguns dias e que houve a oportunidade de esclarecer pontos de vista, mesmo que sumariamente, e parece-me que o assunto está pacificado, pelo menos em relação à ALDEIA.
Mantenho tudo o que escrevi, só lamento que o Broteroi tenha pedido desculpas pelo que não fez, e sem representar ninguém, e espero que as pessoas saibam distinguir melhor ataques pessoais ou institucionais (que não fiz) de críticas legítimas ao que se vai passando (das quais ninguém se devia considerar isento).
O facto de não se saber quem é Maria de Portugal não isenta a ALDEIA da necessidade de usar de maior precaução nas suas iniciativas. Precisamente, o meu objectivo era alertar para as precauções que têm de ser tomadas, e estimo que pelo menos após a necessária reflexão (e não com o repentismo que aqui se testemunhou) se perceba a necessidade de assumir o máximo de rigor em tudo o que à divulgação dos nossos recursos micológicos diz respeito. Não saber aceitar críticas, não querer chamar os bois pelos nomes, irá deixar-nos na mesma ou mesmo pior -- porque quando houver acidentes relacionados com as actividades que se promovem com a melhor das intenções, vai ser à portuguesa: ninguém tem a culpa, somos todos muito porreiros. Só que o mal fica feito, não só o que afecta individualmente as pessoas que são vítimas de intoxicação, mas sobretudo a percepção pública do que representam os cogumelos. Esse é o meu maior receio em tudo o que se vai passando, mas sou solidário com o que se faz de boa vontade, e por isso se virem bem as minhas críticas são um acto de solidariedade. Menos habitual no estilo, sem dúvida. Mas necessário.
Aproveito para dizer que responderei à mensagem de Cardoso por via privada.

Loco Gato
Basidiocarpo
Basidiocarpo

Número de Mensagens : 363
Idade : 58
Reputação : 0
Data de inscrição : 20/12/2007

Ver perfil do usuário http://www.dbio.uevora.pt/ectoiberica/GUME/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Iniciativas" com sede em Trás-os-Montes

Mensagem  Broteroi em Seg 26 Jan 2009, 15:46

Penso q esta discussão n é produtiva e mais parece uma birra...

Qt a n puder pedir dscp por terceiros peço dsculpa novamente a kem se sentiu lesado.

Simplesmente pareceu-me q a ALDEIA e o seu trabalho foram postos em causa, e isso será sem duvida ridiculo...

Por essa (suposta) insinuaçao peço desculpa novamente pela comunidade micófila aki representada q sei q partilha da minha opinião e n plos restantes, o q tb n me interessa ou preocupa particularmente...

Despeço-me deste tópico q mancha a frontalidade e o desejo pela boa prática da micologia em Portugal q mt bem tem representado! Por n me krer envolver e pq efectivamente me estou nas tintas para mal entendidos e banalidades!

Vivam os cogumelos e a micologia

Carlos

Broteroi
micélio secundário
micélio secundário

Número de Mensagens : 84
Idade : 37
Reputação : 0
Data de inscrição : 22/01/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Iniciativas" com sede em Trás-os-Montes

Mensagem  Pedro Claro em Seg 26 Jan 2009, 16:58

Creio que já todos tiveram oportunidade de expressar os seus pontos de vista e esclarecer possíveis dúvidas ou mal-entendidos. Não me parece que mais respostas a este tópico contribuam com algo de positivo, pelo que tomo a liberdade de encerrar o mesmo. Se há ainda assuntos a resolver, façam-no pessoalmente.

Obrigado pela contribuição de todos.

Pedro Claro
Basidiocarpo
Basidiocarpo

Número de Mensagens : 1398
Idade : 44
Reputação : 10
Data de inscrição : 10/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Iniciativas" com sede em Trás-os-Montes

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum