Cogumelos? só de supermercado - FFUP

Ir em baixo

Cogumelos? só de supermercado - FFUP

Mensagem  manel em Qua 25 Mar 2009, 21:04

Em 2007, 3 elementos de um curso de mestrado da Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto, fizeram um site, cujo conteúdo deriva de uma monografia sobre a Amanita phalloides, com uma proposta de campanha de prevenção do consumo de cogumelos silvestres. A peça mais evidente disto, é este vídeo/slideshow.


Destaco um dado estatístico curioso, apresentado no referido site: "Nos Estados Unidos, em 1998, a Associação Americana de controlo de envenenamentos identificou 9839 exposições a toxinas de cogumelos, sendo que 50% dos casos ocorreram na faixa etária pediátrica". Ou seja metade das intoxicações, dão-se por falta de cuidado dos responsáveis pelas crianças.

Sobre o ângulo da toxicologia, parece-me uma boa abordagem a este cogumelo, desde a sua identificação, passando pelo diagnóstico e tratamento, terminando num glossário de termos técnicos, bibliografia e fotos da espécie. É um site com informação útil.

Porém apresentar o supermercado como a solução? Pessoal de Farmácia cuidado! há aí supermercados e cash & carry's a vender cogumelos silvestres. Isto para não falar do canal gourmet e diversos chefs em outros tantos restaurantes, sites e programas de televisão, como o do Jamie Oliver, onde se usa amiúde cogumelos silvestres.

Da próxima vez, sugiro que levem em conta, o alcance e aplicações de um recurso silvícola tão importante como os cogumelos silvestres. Sobre isso não falta informação online e, talvez a frequência de uma das muitas oficinas de identificação de cogumelos silvestres, que se fazem um pouco por todo o país, possa ajudar.

Até breve!

Manel

PS - Só duas últimas notas:
Não sendo especialista, um exemplar desta espécie, não produz apenas 7 a 12 esporos, como é referido na página o que é do site. Desta forma, nunca se conseguiria uma esporada de A. phalloides, certo?
A outra, é que enquanto via o vídeo, achava que havia qualquer coisa de errado, mas não percebia o que era. Até que me deu o clique - Escreve-se suculento e não sucolento.
Então Mestres?
avatar
manel
Carpóforo
Carpóforo

Número de Mensagens : 635
Idade : 52
Humor : Mau feitio. Cuidado :-)
Fungónimo : Micofágico
Reputação : 0
Data de inscrição : 30/08/2008

Ver perfil do usuário http://aromancias.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cogumelos? só de supermercado - FFUP

Mensagem  Pedro Claro em Qui 26 Mar 2009, 10:17

Para um suposto trabalho científico, tem demasiados erros de vários tipos.

Alguns exemplos:

- "a semelhança física da Amanita phalloides com espécies de cogumelos comestíveis, tal como Volvariella volvacea". Pode haver alguma semelhança física (pela volva, presumo), mas este último tem uma cor cinzenta enquanto o primeiro é amarelo-esverdeado ou branco. Por outro lado, não creio que existam batalhões de indivíduos a procurar Volvariella volvacea para consumo (é uma espécie comestível, de facto, mas relativamente rara e não é, que eu saiba, uma espécie tida como 'grande petisco').

- "frutos", "corpo frutífero" e "frutificações" não são termos correctos em micologia, exactamente porque falamos de fungos e não de plantas.

- Sem dúvida que um exemplar adulto de Amanita phalloides produz MUITO MAIS que 7 a 12 esporos (talvez 7 a 12 MILHÕES?)

- "É originária da Europa, mas pode também ser encontrada na América, Austrália e Ásia" - não há nada que indica que esta espécie é "originária da Europa" e que tenha sido transportada para outro lado, como esta frase dá a entender. É uma espécie que ocorre em diversos continentes, sem que isso signifique que seja originária de um ou de outro.

- "A Amanita phalloides é a espécie de cogumelos mais tóxica do mundo" é uma frase forte mas desprovida de qualquer fundamento. Existem diversas espécies igualmente letais (Amanita verna, A. virosa, mais umas quantas amanitas americanas, Galerina spp., Cortinarius spp.). É verdade que uma boa parte das intoxicações graves é devida ao consumo desta espécie, mas por outras razões, nomeadamente o tamanho dos esporóforos (que é apelativo), o aspecto 'inocente' (é um cogumelo bonito e de cores supostamente inócuas) e a possível confusão com espécies comestíveis (de forma grosseira com Tricholoma equestre, pelas cores, ou, na sua forma branca, com outros cogumelos comestíveis, como Calocybe gambosa - confusões só possíveis a quem não tem o mínimo conhecimento das espécies em questão).

- "O nome Amanita phalloides deriva do grego, onde Amanita designa um tipo de fungos". Aqui não há propriamente um erro, mas facilmente poderiam aceder à informação da proveniência do nome 'Amanita' (possivelmente deriva de 'Amanos', uma montanha na Cilícia - na zona costeira da Anatólia, actual Turquia, que separa este país da Síria - local onde este tipo de fungos era abundante), uma vez que explicaram a origem de 'phalloides'.

Por fim, um trabalho científico que se baseia TAMBÉM na wikipédia é, quanto a mim, de valor duvidoso. Mais: não há um único livro sobre Micologia na bibliografia (apenas sobre mico-toxicologia), sendo toda a informação micológica sido extraída da Internet (e não necessariamente de 'sites' credíveis).

E nem vou comentar a "prevenção de consumo de cogumelos silvestres". Isto parece-me uma campanha medieval da inquisição e todos nós sabemos que a melhor forma de evitar uma coisa má é INFORMAR as pessoas (desmistificar os 'testes' de comestibilidade, informar sobre as espécies mais perigosas, etc.) e não pura e simplesmente proibir ou 'demonizar' os cogumelos silvestres. Faço notar que não tenho, neste momento, acesso ao vídeo e, neste ponto, estou apenas a comentar as indicações do Manel.

Pedro Claro
Basidiocarpo
Basidiocarpo

Número de Mensagens : 1398
Idade : 44
Reputação : 10
Data de inscrição : 10/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Vídeo

Mensagem  manel em Qui 26 Mar 2009, 12:35

Viva Pedro.

Gostei especialmente do teu parágrafo sobre as origens de confusões entre a A. phalloides e outras espécies comestíveis. É também isso que falta ao trabalho em causa. Com blogues e fóruns online, não teria custado muito perguntar.

Continuo a achar que os moços são bem intencionados. Como leigo, gostei de ler as áreas de Toxicocinética, Diagnóstico e Tratamento. Apesar de muita coisa vir decalcada da Wikipédia, nem tudo é mau...

Porém revelam superficialidade e "corta e coze" a mais para alunos de mestrado. O Prof. Dr. com a responsabilidade pedagógica e científica, pois deixa passar. Além da série de exemplos que citaste, se fores ao mushroom expert, dá para perceber que os 7 a 12 referem-se à largura dos esporos em µm e não ao número produzido.

Quanto ao vídeo, é uma abordagem micófoba e infeliz que não está presente no resto do trabalho. Mas não te preocupes, a maior visibilidade disto, vai provavelmente ser aqui no fórum. No youtube, está longe das 300 visualizações.

O vídeo é apenas uma sequência de imagens, primeiro de pratos cozinhados, depois de florestas e mercearias e por último, da A. phalloides. Uns acordes roqueiros por banda sonora e estas legendas, também animadas:

Uma saborosa refeição
Cogumelos sucolentos
Se seguro pode comprar...
Porquê arriscar?
Prefira o supermecado
Amanita phalloides
O cogumelo mais tóxico do Mundo

Depois tem mais 3 slides. Um com os nomes dos autores, outro dizendo "Toxicologia 2007" e por último um final com a chancela da FFUP.

Até breve!

Manel
avatar
manel
Carpóforo
Carpóforo

Número de Mensagens : 635
Idade : 52
Humor : Mau feitio. Cuidado :-)
Fungónimo : Micofágico
Reputação : 0
Data de inscrição : 30/08/2008

Ver perfil do usuário http://aromancias.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cogumelos? só de supermercado - FFUP

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum