Lactarius acerrimus

Ir em baixo

Re: Lactarius acerrimus

Mensagem  Pedro Claro em Qua 25 Nov 2009, 15:23

cogulimero escreveu:
Pedro Claro escreveu:

Uma correcção e um mea culpa: picante e amargo é que são dois termos de significado distinto. Acre considera-se, pelo menos de acordo com o Courtecuisse, sinónimo de picante. Eu tinha para mim que acre seria mais sinónimo de amargo. As minhas desculpas pela confisão criada.


Caro Pedro, o Courtecuisse até pode ser a bíblia da micologia mas de linguística não ensinará grande coisa, e muito menos de língua portuguesa. E idependentemente do que lá venha escrito, pelo que me toca, usarei sempre os vocábulos e sinónimos estabelecidos pela norma da nossa língua, p. ex: Acre = azedo, ácido.

Saúde.
Cool

O Courtecuisse a que me refiro é a versão original em francês. É provável que algumas traduções em cima do joelho não sejam as mais adequadas, portanto. E é necessário saber distinguir o significado vernacular de uma palavra e o significado que essa mesma palavra terá quando aplicada à Micologia - não poderá ser muito diferente, mas é comum existirem pequenas... nuances, por vezes difíceis de operacionalizar.

Pedro Claro
Basidiocarpo
Basidiocarpo

Número de Mensagens : 1398
Idade : 44
Reputação : 10
Data de inscrição : 10/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lactarius acerrimus

Mensagem  Lebre em Seg 07 Dez 2009, 19:25

Como tinha mencionado na minha última intervenção no tópico, voltei ao local onde tinha colhido o exemplar descrito e consegui vislumbrar outros. Colhi um, de que anexo fotografias. Numa destas pode observar-se o corte que fiz no local ao himenóforo, sendo visíveis algumas gotas de látex (curiosamente menos na zona do corte do que noutras) e o fenómeno do anastomosar (penso que, desta vez, correctamente escrito, ao contrário do que fiz na minha última mensagem) das lâminas, que tinha sido mencionado pelo Pedro Claro e pelo Zamanita nas suas mensagem, em várias zonas (quer junto ao estipe, perto do corte, quer junto à margem, à direita e à esquerda na foto). Este efeito é menos pronunciado do que na foto que o Zamanita exibiu, mas ainda assim está presente.
Quando cheguei a casa e tendo feito o corte do cogumelo, não dei mais pela presença de látex. Tal como já tinha feito da outra vez, voltei a separar algumas lâminas do chapéu e consegui observar mais algumas gotas de látex, que mostro nas duas últimas fotografias (embora estas não estejam famosas, por deficiente iluminação). Provei e voltei a ter de lavar a boca, por o sabor ser extremamente intenso, tal como da outra vez.
Saudações,
Lebre








Lebre
Carpóforo
Carpóforo

Número de Mensagens : 1208
Reputação : 9
Data de inscrição : 04/01/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lactarius acerrimus

Mensagem  Pedro Claro em Seg 07 Dez 2009, 20:42

São visíveis algumas lâminas anostomosadas e também algumas bifurcadas junto ao estipe, o que é suficiente, em princípio, para identificar esta espécie como Lactarius acerrimus.

Quanto ao látex, a quantidade exsudada varia de espécie para espécie, do local do corte, da idade do esporóforo e do estado do tempo (humidade, exposição solar). Não é raro encontrar Lactarius que praticamente não exsudam látex... No entanto, de uma forma geral, o género Lactarius consegue-se distinguir mais ou menos bem dos restantes porque tem o contexto que se parte como um pau de giz (característica da ordem Russulales, que inclui também o género Russula) - por exemplo, pegando no estipe, ele parte exactamente como parte um pau de giz quando aplicada pressão - e do género Russula por várias características como a presença de escrobículos, píleo zonado, por vezes lâminas coloridas (como no caso da espécie em questão)... De uma forma geral, é muito simples, com prática, distinguir o género Russula do género Lactarius, à excepção das espécies brancas que, se não exsudarem látex, poderão causar alguma confusão. E, excepção à excepção, a secção Compactae do género Russula, que inclui espécies de cores muito claras (branco, creme...) mas cuja cor se modifica (enegrecimento, por vezes com avermelhamento prévio) ao corte ou quando manipuladas, são facilmente identificáveis como Russula.

Pedro Claro
Basidiocarpo
Basidiocarpo

Número de Mensagens : 1398
Idade : 44
Reputação : 10
Data de inscrição : 10/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lactarius acerrimus

Mensagem  Lebre em Seg 07 Dez 2009, 21:14

Caro Pedro,
Ao que parece as suas suspeitas iniciais confirmaram-se. Muito obrigado pelos esclarecimentos adicionais.
Saudações,
Lebre

Lebre
Carpóforo
Carpóforo

Número de Mensagens : 1208
Reputação : 9
Data de inscrição : 04/01/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lactarius acerrimus

Mensagem  Zamanita em Ter 08 Dez 2009, 02:33

Caso arrumado... cheers

Zamanita
Carpóforo
Carpóforo

Número de Mensagens : 746
Reputação : 6
Data de inscrição : 05/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lactarius acerrimus

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum